terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Sábado de Carnaval

Olá janeleiros!

     Hoje vou mostrar um pouco de como está sendo proveitoso esse recesso e quem sabe dar ideias a quem ainda quer aproveitar o tempo livre para fazer algo produtivo.

     Alguns já sabem que essa escritora aqui tem problemas de stress e ansiedade, e minha psicóloga me passou uma receita muito interessante: aproveitar o recesso como quem está em férias permanente.

     O que vocês fariam se tivessem todo o tempo do mundo? Se estivessem de férias permanente?
     Muitas vezes deixamos de fazer coisas que queremos por falta de tempo e para quem é ansioso isso se agrava. Desligando do trabalho e das obrigações o que nós sobra? Isso mesmo, o tempo!

Contemplando a Praia Mole na metade da trilha. 
     Recebi um convite para uma trilha. Nunca fiz uma trilha antes por causa dos mosquitos, do calor, do suor, do tempo, do cansaço... Vocês entenderam. Mas como estou nesse momento de 'férias permanente' eu aceitei e não me arrependi nenhum pouco.
     Nem a areia ou a água salgada foram incômodos. Tão pouco o barro causado pelas nascentes e os tropicões.

     A minha recompensa foi a vista, os cheiros das ervas, as pessoas good vibe que estavam comigo, o vento maravilhoso e o sol que veio nos saudar por ter chegado no final da trilha. 
     O dia não prometia nada: nublado e abafado.
     E acabou em tapioca e gostinho de quero mais.
Praia do Gravatá
     Então eu pergunto a vocês novamente, janeleiros do meu coração, o que vocês gostariam de fazer e não fazem por falta de tempo? O que fariam se estivessem também em férias permanente? 


E não é que o paraíso esteve ao meu lado?

:)
     Não deixem que o stress e a ansiedade impeçam que vocês vejam o melhor do mundo. Muitas vezes o mundo parece tão pequeno e tão igual. Abram os olhos um dia querendo descobrir algo diferente na cidade de vocês e até mesmo nas pessoas do dia-a-dia (a cabeleleira, o padeiro...). 
     Até mais!