sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Os Anjos


Grito! Da boca de um jovem sai um
Vazio! A garota em seu quarto sente o
Desespero! Os olhos do solitário escondem um
Alívio!

Não se vá!
Não suporto mais mentiras.
Não se vá!
Não vejo nenhuma escapatória!
Não se vá!

Não aguento, não.
É tanto mal...
Nada é bonito mais.
Um pai vai chorar, seu anjo resolveu não acordar.
Uma mãe vai sofrer. Seu anjo resolveu morrer.

Destino! O adulto abandonou o seu
Suspiro! Ele busca pelo fim do seu último
Desapego!

Não se vá!
Meus pensamentos estão corrompidos!
Não se vá!
Meus pais não sabem mais falar comigo.
Não se vá!

Não aguento, não.
E eu vou chorar...
Nada é bonito mais.
Uma cadeira vazia na mesa de jantar, um anjo cedeu o seu lugar.
Memórias que custarão a evanescer de anjos que resolveram desaparecer.