quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Talvez


Um rosto em minha mente me deixa consciente
De tudo o que desejei para a noite.

Uma canção do meu coração leva embora
Toda a vergonha. A maldição da minha vida.

Talvez um dia eu encontre
Uma maneira de matar toda essa dor interior.
Por deus! É tão difícil ficar desperta.

Talvez um dia eu chore
As lágrimas que guardei para quando surtasse.
Não consigo lembrar a última vez que chorei.

Me tira daqui! Me leva pra longe de mim!
Mostre-me o conhecimento que busquei a minha vida toda.

Sonhe comigo. Sonhe junto comigo.
Veja o mundo através de meus olhos.

Lembrar da minha infância me deixa tão triste
Tenho tanta vergonha. O que eu me tornei?

A luz dos seus olhos me deixam calma
São dois oceanos nos quais quero me afogar para sempre.